sexta-feira, 3 de março de 2017

Smash 4 Power Rankings: Outono 2016 - Inverno 2017

Smashers! Sabemos que já passou muito tempo desde o último Power Ranking em Setembro de 2016, e, devido tanto a esse grande espaço de tempo como à mudança das regras nacionais, decidimos finalmente acabar esta temporada de Outono-Inverno e apresentar a lista atualizada!

Infelizmente, não foi possível fazer um Power Ranking nacional, devido à falta de pelo menos um torneio de maior escala com jogadores de várias regiões a participar, e devido a feedback proposto pela comunidade. Respeitando isso, decidimos só fazer Power Rankings das duas maiores regiões, Norte e Lisboa.

Esta temporada inclui Outono e Inverno, devido parcialmente à falta de torneios e resultados no meio da estação de Outono, e as datas delineadas desta temporada são 2 de Outubro de 2016 a 19 de Fevereiro de 2017. Recapitulando, os resultados para a região de Lisboa incluem os torneios Throwdown LX e a Lisboa Games Week 2016, e para a região do Norte inclui Smash na Invicta (Porto), Ascension (Braga), Independence (Guimarães), juntamente com Comic Con ‘16 e SmashIA OPO 2016. Todos os jogadores terão que ter participado em pelo menos dois torneios nesta temporada para serem considerados.

Também queremos dar um pouco a conhecer sobre a metodologia que tomámos para criar os Power Rankings. Simplesmente, os resultados dos torneios de cada região são importados para o programa Skillkeeper, que possibilita seguir todos os jogos dos jogadores de maneira facilitada. Este programa gera uma lista por pontos, onde jogadores ganham ou perdem pontos dependendo da sua performance em torneio, também removendo pontos dos jogadores que não participam dentro de X semanas. Isto também torna os resultados recentes ligeiramente mais importantes, no interesse de manter a lista o mais atualizada possível.

O resultado final destes cálculos são, em torno, mediados por um *backroom* de jogadores e staff da Smash Bros. Portugal. Nesta temporada Daiki (Norte), Xeze (Norte/Centro), BigLord (Lisboa), e Cyrus (Lisboa) e Storm (Lisboa) formaram este backroom.

Sem mais demora, aqui estão os Power Rankings regionais desta temporada!



Parabéns a todos que chegaram a este Power Ranking e pelo seu esforço! E a todos que não conseguiram, nunca desistam. Há sempre jogadores novos a entrar e queremos todos melhorar! 
~
Também podem facilmente rever os últimos Power Rankings de 2016 com estes links:

1ª Temporada | 2ª Temporada

Não se esqueçam de nos seguir no Facebook e Twitter para saberem quando haverá novos eventos, e juntarem-se ao chat de Discord para falarem com outros jogadores da comunidade!

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Alterações na Stagelist para torneios de Smash 4

Smashers!

A lista de stages permitidos em torneios de Super Smash Bros. Wii U organizados pelo SBPT sofreu alterações. Estas alterações têm como objectivo tornar o ambiente competitivo mais justo e também ajustar-se à comunidade internacional. A nova stagelist entra em vigor, para todos os torneios em Portugal, a partir do dia de hoje (20/02/2017).

Em resumo, as alterações efectuadas foram as seguintes:
  • Duck Hunt foi removida da lista de stages permitidos;
  • Lylat Cruise passou de counterpick a starter e Dream Land 64 passou de starter a counterpick;
  • Omega Stages foram restritos a 3: Wily's Castle, Suzaku Castle e Midgar, com a hipótese de qualquer outro Omega Stage poder ser escolhido caso ambos os jogadores concordem.

Podem verificar a nova folha de regras, que vai estar disponível em todos os torneios organizados pelo SBPT, na imagem seguinte. Abaixo da mesma encontram as explicações para as alterações efectuadas. Podem igualmente consultar o regulamento actualizado aqui.
Nota: esta stagelist pode não ser definitiva. Em cima da mesa ainda está a possibilidade de Dream Land 64 ser uma alternativa a Battlefield (tal como as Omega Stages são alternativas a Final Destination) ou mesmo remover o stage por completo, devido ao layout das plataformas ser semelhante. Todavia, e com a ajuda de uma votação da comunidade competitiva de Portugal, decidimos manter a Dream Land 64 como uma stage separada.



Razões para as alterações da stagelist:

1. A remoção de Duck Hunt
A stage Duck Hunt tem sido alvo de críticas por influenciar em demasia certos matchups. Isto deve-se sobretudo à árvore do lado esquerdo, cujas plataformas estão tão altas que algumas personagens têm dificuldade em chegar lá e/ou aplicar pressão a alguém que esteja lá. Isto resulta na possibilidade de camping excessivo e pode inclusivé significar uma derrota quase certa a certas personagens. Exemplo: o Little Mac ou o Ganondorf não conseguem chegar às plataformas da árvore sem usarem os seus especiais para cima (Up B) ou sem a ajuda do cão que aparece na stage. Isto torna-os muito vulneráveis a camping nesta stage em particular, sendo forçados praticamente sempre a corta-la para o evitar.

2. A passagem de Lylat Cruise para starter e de Dream Land 64 para counterpick
Com Dream Land 64 em starter, a lista ficava com 2 starters com um layout  de plataformas idêntico (Battlefield e Dream Land 64). O objectivo do stage striking  para o primeiro jogo de cada set é escolher uma stage que seja o mais neutra possível para as personagens em questão. Havendo duas stages com layout semelhante em starters, é mais provável ser escolhida uma stage que não seja neutra para o matchup. Lylat Cruise fornece um layout de plataformas diferente e, assim, a lista de starters fica com 5 stages com layouts únicos.

3. A restrição dos Omega Stages 
Os Omega Stages apesar de terem todos um layout igual a Final Destination (plana, sem plataformas), têm pequenas diferenças que, embora não sejam imediatamente notáveis, podem ter influências suficientemente significativas para justificar a sua restrição. Existem os seguintes factores:
  • Relva (grass): alguns Omegas têm o terreno coberto por erva, o que aumenta a tracção das personagens. Exemplos: Windy Hill Zone, Mario Galaxy, ...
  • Cantos (ledges) irregulares: alguns Omegas possuem irregularidades nas suas ledges que pode afectar negativamente o combate. Por exemplo, o omega de Boxing Ring pode causar personagens que tenham recuperações à base de teleportação (ex. Mewtwo, Palutena) a falhar as mesmas recuperações sem qualquer culpa por parte do jogador. Outras omegas como Gaur Plains fazem com que alguns itens (ex. banana do Diddy Kong) caiam nas pontas da stage.
Para minimizar o efeito desses factores, a comunidade internacional escolheu as Omegas propostas acima (Wily's Castle, Suzaku Castle e Midgar), pois essas têm as maiores semelhanças com Final Destination, mas mesmo assim oferecem diferenças que justifiquem a escolha como counterpick. Exemplo: Wily's Castle tem paredes que se extendem até à blastzone do fundo, oferecendo a personagens com saltos de parede (wall jumps) mais opções de recuperação.


Qualquer alteração que possa surgir futuramente será comunicada da mesma forma pela staff do SBPT neste blog e nas páginas de Facebook e Twitter respectivas.


Keep Smashin'!

domingo, 16 de outubro de 2016

Resumo do SmashIA OPO 2016

No passado fim de semana, nos dias 8 e 9 de Outubro, teve lugar no Iberanime do Porto mais uma edição dos torneios SmashIA OPO. Como é habitual, no primeiro dia decorreu o torneio de singles (1v1) e no segundo dia o torneio de doubles (2v2).

O torneio de singles contou com 24 participantes. Na primeira fase do torneio foram divididos em grupos de 4 pessoas. De cada grupo foram apurados 2 pessoas para a bracket do top 12. Mais uma vez, o campeão do Norte, Diogo "Daze" Vieira, sagrou-se vencedor do torneio mesmo depois de ter sido enviado para a losers bracket por Afonso "Wap" Pereira, que acabou por ficar em terceiro lugar. Fiquem aqui com o top 8:

1 - Daze  

2 - Iconizer  

3 - HEX | Wap   

4 - HEX | Daiki   

5 - HEX | Bolas   

5 - uP | Spec   

7 - Katie  

7 - Kami   

Bracket completa aqui!


https://cdn.discordapp.com/attachments/128906981728583680/234797858220539905/IMG_0616.JPG
O top 8 do torneio de singles (da esquerda para a direita): Bolas, Iconizer, Daze, Wap, Daiki, Spec e Katie (falta o Kami).

O torneio de doubles contou com 10 equipas, não havendo necessidade para uma fase de grupos. Foi vencido pela dupla de irmãos Bolas e Wap, sem perderem um único set. Aqui fica o top 4:

1 - HEX | Bolas + HEX | Wap  

2 - Iconizer + HEX | Daiki  

3 - Xeze  + Katie  

4 - Sage + L. Tunes  


Bracket completa aqui!

https://cdn.discordapp.com/attachments/128906981728583680/234797676544262144/IMG_0638.JPG
A equipa vencedora! Bolas e Wap.
https://cdn.discordapp.com/attachments/128906981728583680/234797709645578240/IMG_0632.JPG
A malta do top 4 de doubles.
Houve também imenso tempo para free play, para disfrutar do jogo sem qualquer pressão de torneio. Miúdos e graúdos, todos se divertiram neste fim de semana a jogar Super Smash Bros. Wii U. 
 
Um muito obrigado a todos os participantes do torneio e a toda a equipa do SBPT presente. Agradecimentos também à Nintendo Portugal por fornecer prémios e por possibilitar a nossa presença no evento.


Keep Smashin'!